JESUS O NAZARENO NÃO RESSUSCITOU

 

Os cristãos dizem que Jesus o Nazareno ressuscitou dos mortos.

 

No entanto, os judeus dizem que Jesus o Nazareno não ressuscitou dos mortos.

 

Portanto, para sabermos se Jesus o Nazareno ressuscitou ou não, é necessário consultar as Sagradas Escrituras.

 

Mas, para isso, precisamos primeiramente saber quais são as verdadeiras Sagradas Escrituras, pois os cristãos dizem que as Sagradas Escrituras são os livros do Antigo Testamento (Tanakh, ou Bíblia Hebraica) e também os livros no Novo Testamento, e os judeus dizem que as Sagradas Escrituras são somente os livros do Antigo Testamento (Tanakh, ou Bíblia Hebraica).

 

Os livros do Novo Testamento não fazem parte das verdadeiras Escrituras Sagradas, porque neles há palavras que contradizem as palavras que Deus já havia falado antes, que estão escritas nos livros do Antigo Testamento (Tanakh, ou Bíblia Hebraica).

 

Por exemplo: Está escrito no Tanakh (Antigo Testamento), em Gênesis 17:9-14 e Êxodo 12:48-49 e Levítico 12:3, que Deus ordenou que todos os homens sejam circuncidados e, no entanto, consta no Novo Testamento, em Gálatas 5:2, que Paulo de Tarso disse para não fazermos a circuncisão.

 

Outro exemplo: Está escrito no Tanakh (Antigo Testamento), em Levítico 11:1-30, que Deus ordenou que nós não comamos os animais imundos, entre os quais estão o porco, o coelho, a lebre, o camelo, o avestruz, os peixes sem escamas, o camarão, a lagosta, o siri, o caranguejo, a lula, o polvo, os mexilhões e as ostras e, no entanto, consta no Novo Testamento, em Romanos 14:14 e 14:20 e em 1 Timóteo 4:1-4, que Paulo de Tarso disse que tudo é limpo, e que é permitido comer qualquer coisa.

 

Outro exemplo: Está escrito no Tanakh (Antigo Testamento), em Êxodo 20:8-11, que Deus ordenou que nós não trabalhemos no sétimo dia da semana, que é o sábado e, no entanto, consta no Novo Testamento, em Colossenses 2:16, que Paulo de Tarso disse que não é necessário guardar o sábado.

 

Portanto, os livros do Novo Testamento não são inspirados por Deus, e por isso não fazem parte da verdadeira Bíblia, que é a Bíblia Hebraica, ou Tanakh (Antigo Testamento).

 

Assim sendo, não podemos nos basear no Novo Testamento.

 

Jesus o Nazareno foi um homem. Todos os homens morrem e não ressuscitam. Somente no fim dos tempos é que haverá a ressurreição dos mortos, e antes disso nenhum morto ressuscita.

 

Está escrito na verdadeira Bíblia, em Daniel 12:2, que no fim dos tempos haverá a ressurreição dos mortos, mas será uma ressurreição de muitos mortos, não de um só morto.

 

Portanto, verifica-se que, na realidade, Jesus o Nazareno não ressuscitou.

 

O Novo Testamento diz que Jesus o Nazareno ressuscitou dos mortos porque a intenção do Novo Testamento é endeusar Jesus o Nazareno.

 

O Novo Testamento diz que Jesus o Nazareno é Deus, e diz também que Jesus o Nazareno é o Messias.

 

No entanto, Jesus o Nazareno não é Deus, pois Jesus o Nazareno foi um homem, e nenhum homem pode ser Deus, porque Deus é o criador de todas as coisas, e o homem é uma criatura, e é totalmente impossível o criador ser a criatura. Isto é uma impossibilidade lógica. Além disso, uma pessoa não pode ser outra pessoa, e por isso Jesus o Nazareno não pode ser Deus. Para mais detalhes sobre este assunto, vejam a página WWW.caraita.teo.br/jesus_e_deus.htm .

 

E Jesus o Nazareno não é o Messias, pois o servo sofredor mencionado em Isaías 52:13 a 53-12 não é o Messias, mas sim o povo de Israel, como está escrito em Isaías 41:8-9 e 41:21-22 e 49:1-3. Para mais detalhes sobre este assunto, vejam a página WWW.caraita.teo.br/jesus_o_nazareno_nao_e_o_messias.htm .

 

Que Javé (Yahveh) vos abençoe.

 

Autor: João Paulo Fernandes Pontes (nome hebraico: Yochanan Ben Yosef).

 

E-mail: joaopaulopontes@caraita.teo.br .

 

Publicado em 4 de setembro de 2017.

 

HOME

 

EM PORTUGUÊS

 

EN FRANÇAIS            EN ESPAÑOL             IN ENGLISH                בעיברית

 

Site Meter