DEVEMOS PRONUNCIAR O NOME DE DEUS, YAHVEH

 

O nome próprio de Deus tem as consoantes “yod”, “he”, “vav, “he", e a sua correta vocalização foi registrada por dois escritores cristãos antigos, que transliteraram o nome sagrado para o grego como “IAOUE” ou “IABE”, sendo que em grego “OU” tem som de “U” e “B” tem som de “V”.

 

A letra hebraica “vav” originalmente tinha som de “u”, mas hoje em dia ela é pronunciada com som de “v”.

 

A letra “he" no final da palavra é muda, a não ser quando é assinalada com um ponto (“mapiq”), para indicar que ela deve ser pronunciada.

 

Portanto, o nome próprio de Deus é escrito em hebraico da seguinte forma:

 

yod” vocalizado com “patach”, que tem som de “a”;

 

he” vocalizado com “shevá”, que indica ausência de vogal, mas pode também ser pronunciado com som de “e”, quando é impossível pronunciar a consoante sem nenhuma vogal, ou quando se está pronunciando de forma mais pausada;

 

vav” vocalizado com “segol”, que tem som de “e”;

 

he” sem vogal e sem ponto (“mapiq”), o qual é mudo.

 

Portanto, a verdadeira pronúncia do nome próprio de Deus é Yahveh, ou Yaheveh, sendo que o “h” final não é pronunciado.

 

O nome próprio de Deus, escrito em letras hebraicas, é יַהְוֶה .

 

O nome de Deus deve ser pronunciado, pois em Salmos 105:1 está escrito: “LOUVAI A JAVÉ, INVOCAI O SEU NOME”.

 

Em Êxodo 23:13 está escrito:

 

ÊX 23.13 E EM TUDO O QUE VOS TENHO DITO, GUARDAI-VOS; E DO NOME DE OUTROS DEUSES NEM VOS LEMBREIS, NEM SE OUÇA DA VOSSA BOCA.

 

Portanto, vemos que Deus ordenou que nós não pronunciemos os nomes dos outros deuses, que são os falsos deuses, os demônios.

 

Isto mostra que Deus estabeleceu que não pronunciar o nome de um deus significa que nós o estamos rejeitando e abominando.

 

Portanto, quando os judeus tiveram a infeliz idéia de deixar de pronunciar o nome de Yahveh, o bendito Deus Criador, eles fizeram uma coisa muito errada.

 

Em Jeremias 23:26-27, está escrito:

 

JR 23.26 ATÉ QUANDO SUCEDERÁ ISSO NO CORAÇÃO DOS PROFETAS QUE PROFETIZAM MENTIRAS, E QUE SÓ PROFETIZAM DO ENGANO DO SEU CORAÇÃO?

 

JR 23.27 OS QUAIS QUEREM FAZER COM QUE O MEU POVO SE ESQUEÇA DO MEU NOME PELOS SEUS SONHOS QUE CADA UM CONTA AO SEU PRÓXIMO, ASSIM COMO SEUS PAIS SE ESQUECERAM DO MEU NOME POR CAUSA DE BAAL.

 

E em Salmos 44:21-22 (em algumas Bíblias é 20-21) está escrito:

 

SL 44.21 SE NÓS ESQUECEMOS O NOME DO NOSSO DEUS, E ESTENDEMOS AS NOSSAS MÃOS PARA UM DEUS ESTRANHO,

 

SL 44.22 PORVENTURA DEUS NÃO INVESTIGARÁ ISSO? POIS ELE SABE OS SEGREDOS DO CORAÇÃO.

 

Portanto, vemos que não devemos nos esquecer do nome de Yahveh.

 

No entanto, esta prática de não pronunciar o nome de Yahveh fez com que quase fosse esquecida para sempre a maneira de vocalizar o nome sagrado de Deus, pois como em hebraico só se escreviam as consoantes, e ao colocarem os sinais vocálicos no texto do Tanach não colocaram as vogais corretas do nome de Deus, então as pessoas ficaram sem saber como pronunciar o tetragrama, as quatro consoantes que formam o nome de Deus.

 

Se não fosse o fato de dois escritores cristãos antigos, Clemente de Alexandria e Teodoreto, terem registrado o nome de Deus em letras gregas, a verdadeira pronúncia do nome de Deus teria caído no esquecimento.

 

Portanto, devemos pronunciar o nome de Yahveh.

 

Em Joel 3:5 (em algumas Bíblias é Joel 2:32) está escrito:

 

JL 3.5 E ACONTECERÁ QUE TODO AQUELE QUE INVOCAR O NOME DE JAVÉ SERÁ SALVO; PORQUE NO MONTE SIÃO E EM JERUSALÉM HAVERÁ LIVRAMENTO, ASSIM COMO DISSE JAVÉ, E ENTRE OS SOBREVIVENTES, AQUELES QUE JAVÉ CHAMAR.

 

Portanto, é realmente muito importante que nós invoquemos o nome de Yahveh, pois nós precisamos invocar o nome de Javé para sermos salvos.

 

A forma Javé é a adaptação para o Português do nome Yahveh.

 

Como em Português não existe o “y”, e o “i” funciona como vogal, e não como consoante, então é necessário substituir o “y” por “j”, e como em Português não existe “h” no meio da palavra, a não ser nos encontros consonantais “ch”, “lh” e “nh”, então é necessário suprimir o “h”, e por isso o nome de Deus, adaptado para o Português, fica Javé.

 

Se partirmos da forma Yaheveh, que é o nome de Deus pronunciado de forma mais pausada, então a adaptação para o Português fica Jaevé.

 

Aparece também na Bíblia uma forma abreviada do nome de Deus, que é Yah, que é formada pela letra “yod” vocalizada com “qamats gadol”, que tem som de “a”, e pela letra “he" assinalada com um ponto (“mapiq”), que indica que o “He” é pronunciado. Como a letra “he" não pode ser pronunciada sem nenhuma vogal, então pronuncia-se Yahe, e não Yah.

 

Esta forma abreviada do nome de Deus, Yahe, ao ser adaptada para o Português, fica Jae, pois é necessário substituir o “y” por “j”, e suprimir o “h”, pelas razões já explicadas acima.

 

É necessário adaptar o nome de Deus para as diversas línguas, para que as pessoas possam pronunciá-lo, pois cada língua tem o seu próprio sistema fonético, e as pessoas têm dificuldade em pronunciar nomes que contenham fonemas que não existem na sua língua, ou que estejam escritos de forma incompatível com as regras ortográficas da sua língua.

 

Como Deus quer que todos invoquem o Seu nome, então é necessário adaptá-lo para todas as línguas.

 

Deus quer que todos o invoquem como Deus, sempre que tiverem algum problema.

 

Muitas pessoas, quando têm algum problema, exclamam: “Jesus!” ou “Nossa Senhora!” mas isto é errado, pois assim estão invocando outros deuses, e Deus disse para nós não invocarmos outros deuses (Êxodo 23:13).

 

É necessário que as pessoas, ao terem algum problema, exclamem: Javé!, pois assim estarão invocando o verdadeiro Deus.

 

Por isso é necessário que o nome de Deus seja adaptado para o Português, para que seja fácil as pessoas o pronunciarem.

 

Que Javé (Yahveh) vos abençoe.

 

João Paulo Fernandes Pontes (nome hebraico: Yochanan Ben Yosef).

 

Publicado em 19 de julho de 2002.

 

Atualizado em 25 de maio de 2014.

 

HOME

 

EM PORTUGUÊS

 

EN FRANÇAIS            EN ESPAÑOL             IN ENGLISH                בעיברית

 

Site Meter